Aquele que espera muito pode esperar pouco.

Gabriel García Márquez

Gabriel García Márquez

Profissão: Romancista
Nacionalidade: Colombiano

Sugestões para você :

Lembra-te sempre que a coisa mais importante num bom casamento não é a felicidade, mas a estabilidade.

Não os odeio, mas não consigo suportá-los porque não aprendi a negociar com eles.

À merda o leque que o tempo é de brisa!

Era o tempo em que eles se amavam melhor, sem pressa ou excesso, quando ambos estavam mais conscientes e gratos pelas suas incríveis vitórias sobre a adversidade. A vida iria apresentar-lhes outros desafios mortais, com certeza, mas isso já não importava: eles estavam na outra margem.

Mas se alguma coisa haviam aprendido juntos era que a sabedoria nos chega quando já não serve pra nada.

O comandante olhou Fermina Darza e viu em suas pestanas os primeiros lampejos de um orvalho de inverno. Depois olhou Florentino Ariza, seu domínio invencível, e se assustou com a suspeita tardia de que é a vida, mais que a morte, a que não tem limites.

Era ainda jovem demais para saber que a memória do coração elimina as más lembranças e enaltece as boas e que graças a este artifício conseguimos suportar o passado.

Desconcerta-me tanto pensar que Deus existe como que não existe.

Ela nunca tinha imaginado que a curiosidade era uma das muitas máscaras do amor.

As coisas têm vida própria. Tudo é questão de despertar a sua alma.

Infiéis sim, desleais, nunca.

Estava convencido de que uma mulher que se deita com um homem uma vez, continua a deitar-se com ele sempre que ele o quiser, sempre que a saiba enternecer.

Nada neste mundo era mais difícil do que o amor.

Se você pretende ficar louco, fique sozinho.