O que está em causa não é a violência, é a crueldade. Violenta é toda a natureza. Para que eu coma o meu filé, tenho que matar um boi. Nós, seres humanos, os tais seres racionais, inventamos a crueldade. Portanto, é sobre a crueldade que deveríamos discutir. Quando começamos a discutir sobre a crueldade, o problema da violência resolve-se.

José Saramago

José Saramago

Profissão: Autor
Nacionalidade: Português

Sugestões para você :

Por um voto em branco, você está dizendo que você tem uma consciência política, mas você não concorda com qualquer um dos partidos existentes.

Eu, no fundo, não invento nada. Sou apenas alguém que se limita a levantar uma pedra e a pôr à vista o que está por baixo. Não é minha culpa se de vez em quando me saem monstros.

O mundo esquece tanto que nem se quer dá pela falta do que esqueceu.

Deus é o silêncio do universo, e o homem o grito que dá um sentido a esse silêncio.

O homem é cruel sobretudo em relação ao homem, porque somos os únicos capazes de humilhar, de torturar e fazemos isto com uma coisa que deveria ser o contrário, que é a razão humana.

Há coisas que nunca se poderão explicar por palavras.

É assim a vida, vai dando com uma mão até que chega o dia em que tira tudo com a outra.

O silêncio ainda é o melhor aplauso.

Este é o prodígio da literatura, poder ser capaz de chegar mais fundo na consciência dos leitores, mesmo falando sobre uma outra coisa.

A literatura não é a vida e também não é uma imitação da vida. Nada do que entra num livro vem de outro lugar que não seja este mundo mas o romance, ao achar-se feito, entra ele também a influir na vida.

Eu apaixono-me sempre pelas minhas personagens femininas.

A esperança é como o sal, não alimenta, mas dá sabor ao pão.

Só se nos detivermos a pensar nas pequenas coisas chegaremos a compreender as grandes.

Falham os que mandam e falham os que se deixam mandar… São circunstâncias muito complexas as que marcam ou decidem o destino dos homens… Só sei que o mundo precisa de ser mais humano e essa é uma revolução pendente, uma revolução que, além disso, deveria ser pacífica e sem traumas porque seria ditada pelo bom senso.