Todas as vitórias ocultam uma abdicação.

Simone de Beauvoir

Simone de Beauvoir

Profissão: Autor
Nacionalidade: Francês

Sugestões para você :

Ele é tão discreto nas suas opiniões que esta frase representa uma espécie de audácia.

No dia que for possível à mulher amar em sua força e não em sua fraqueza, não para fugir de si mesma, mas para de se encontrar, não para se renunciar, mas para se afirmar, nesse dia o amor tornar-se-á para ela, como para o homem, fonte de vida e não perigo mortal.

Não é mais amor: sou apenas um hábito.

A minha liberdade não deve procurar captar o ser, mas desvendá-lo.

Na verdade, sou terrivelmente gananciosa – quero tudo da vida. Quero ser uma mulher e um homem, ter muitos amigos e ter momentos de solidão, trabalhar muito e escrever bons livros, viajar e me divertir, ser egoísta e altruísta… Seria difícil conseguir tudo o que quero. E quando não sou capaz de fazer tudo isso, fico louca de ódio.

Que nada nos limite. Que nada nos defina. Que nada nos sujeite. Que a liberdade seja a nossa própria substância.

Não há salvação. Nem mesmo a embriagez do desespero e a resolução cega, porque tu estás aí, nessa cama, na luz selvagem da tua morte.

Encanto é o que alguns têm até que começam a acreditar que, de fato, o têm.

Se vivermos durante muito tempo, descobrimos que todas as vitórias, um dia, se transformam em derrotas.

O mais escandaloso dos escândalos é que nos habituamos a eles.

A recusa da existência é ainda uma maneira de existir. Ninguém conhece, enquanto vivo, a paz do túmulo.

Esta é o que considero a verdadeira generosidade. Você dá tudo de si, e ainda sente como se não lhe tivesse custado nada.

Eu passava muito bem sem Deus e, se utilizava o seu nome, era para designar um vazio que tinha, a meus olhos, o clarão da plenitude.

Entre as prostitutas e as que se vendem pelo casamento, a única diferença consiste no preço e na duração do contrato.