Nao basta ser ocupado. A pergunta é: estamos ocupados com o quê?

Henry David Thoreau

Henry David Thoreau

Profissão: Autor
Nacionalidade: Americano

Sugestões para você :

Fui para os bosques viver de livre vontade. Para sugar todo o tutano da vida. Para aniquilar tudo o que não era vida e para quando morrer, não descobrir que não vivi.

Como se fosse possível matar o tempo sem ferir a eternidade.

No amor há apenas um remédio: amar ainda mais.

Por fecharem os olhos e dormirem, por consentirem em ser enganados pelas aparências, os homens em toda parte estabelecem e confirmam suas vidas diárias de rotina e hábito em cima de fundações puramente ilusórias.

Os homens, em sua maioria, levam vidas de sereno desespero. O que chamam resignação é desespero crônico.

Nos dias de hoje existem professores de filosofia, mas não filósofos.

A virtude a que chamamos de boa vontade entre os homens é apenas a virtude dos porcos na pocilga, que dormem juntinhos para se aquecer.

Nem todos os livros são tão tediosos quanto seus leitores.

Se uma planta não consegue viver de acordo com sua natureza, ela morre, assim também um homem.

A opinião pública é uma tirana débil, se comparada à opinião que temos de nós mesmos.

No longo prazo, você só acertará aquilo que estiver na sua mira. Então mire alto!

Simplesmente desejo recusar sujeição ao Estado, afastar-me dele e manter-me à parte de modo efetivo.

Não é desejável cultivar o respeito às leis no mesmo nível do respeito aos direitos. (...) A lei nunca fez os homens sequer um pouco mais justos; e o respeito reverente pela lei tem levado até mesmo os bem-intencionados a agir quotidianamente como mensageiros da injustiça.

Com a sabedoria aprendemos a ser tolerantes.