As lágrimas são as últimas palavras quando o coração perde a voz.

Khalil Gibran

Khalil Gibran

Profissão: Poeta
Nacionalidade: Libanês

Sugestões para você :

Quando o amor vos fizer sinal, segui-o; ainda que os seus caminhos sejam duros e escarpados. E quando as suas asas vos envolverem, entregai-vos; ainda que a espada escondida na sua plumagem vos possa ferir.

Protegei-me da sabedoria que não chora, da filosofia que não ri e da grandeza que não se inclina perante as crianças.

A verdade de outra pessoa não está no que ela te revela, mas naquilo que não pode revelar-te. Portanto, se quiseres compreendê-la, não escute o que ela diz, mas antes, o que ela não diz.

É belo dar quando solicitado; é mais belo porém, dar por haver apenas compreendido.

Pois as distâncias não existem para a recordação; e somente o esquecimento é um abismo que nem a voz nem o olho podem atravessar.

Faço votos que aprendas a amar as tempestades em vez de fugir delas.

A glória é a sombra de uma paixão situada na luz.

Todo saber é vão, exceto quando há trabalho. E todo trabalho é vazio, exceto quando há amor. E quando trabalhais com amor, vós vos unis a vós próprios, e uns aos outros, e a Deus.

Quando descobrires todos os mistérios da vida, ansiareis pela morte, pois ela não é senão um outro mistério da vida.

O prisioneiro que tem a porta do seu cárcere aberta e não se liberta, é um covarde.

O óbvio é aquilo que nunca é visto até que alguém o manifeste com simplicidade.

Deve existir algo extranhamente sagrado no sal: está em nossas lágrimas e no mar...

É errado pensar que o amor vem do companheirismo de longo tempo ou do cortejo perseverante. O amor é filho da afinidade espiritual e a menos que esta afinidade seja criada em um instante, ela não será criada em anos, ou mesmo em gerações.

Vossos filhos não são vossos, eles veem através de vós, mas não vós pertencem.