Cada um que passa em nossa vida, passa sozinho, pois cada pessoa é única e nenhuma substitui a outra.

Antoine de Saint-Exupery

Antoine de Saint-Exupery

Profissão: Romancista
Nacionalidade: Francês

Sugestões para você :

Tenho o direito de exigir obediência, porque as minhas ordens são sensatas.

Vês, lá longe, o campo de trigo? Eu não como pão. O trigo pra mim é inútil. Os campos de trigo não me lembram coisa alguma. E isso é triste! Mas tu tens cabelo cor de ouro. Então será maravilhoso quando me tiverdes cativado. O trigo que é dourado fará lembrar-me de ti. E eu amarei o barulho do vento no trigo.

A imagem pode ser a mesma que cada um ama à sua maneira.

Se alguma coisa se te opõe e te fere, deixa crescer. É que estás a ganhar raízes e a mudar. Abençoado ferimento que te faz parir de ti próprio.

Não se vê, sente-se. Não se mede, não se pesa, não se toca, não se cheira. Sente-se! Aquilo que é realmente importante acontece num plano não palpável. Não visível. É de dentro. É o que transborda sem se ver. É o que nos move. Ou deveria mover.

Só se vê bem com o coração. O essencial é invisível aos olhos.

As crianças têm de ter muita paciência com os adultos.

É triste esquecer um amigo. Nem todo o mundo tem amigo.

Se me cativares, minha vida será como cheia de sol.

Determinada flor é, em primeiro lugar, uma renúncia a todas as outras flores. E, no entanto, só com esta condição é bela.

O amor são caminhos invisíveis que libertam as pessoas.

Quando acende o lampião, é como se fizesse nascer mais uma estrela, mais uma flor. Quando o apaga, porém, é estrela ou flor que adormecem. É uma ocupação bonita. E é útil, porque é bonita.

Amai aqueles em quem mandais. Mas sem lhes dizer nada.

Do primeiro amor gosta-se mais, dos outros gosta-se melhor.