Você reza na sua aflição e na sua necessidade; quisera que você rezasse também na plenitude de sua alegria e em vossos dias de abundância.

Khalil Gibran

Khalil Gibran

Profissão: Poeta
Nacionalidade: Libanês

Sugestões para você :

As tartarugas conhecem as estradas melhor do que os coelhos.

O desejo é a metade da vida; a indiferença a metade da morte!

Vedes unicamente a vossa sombra quando virais as costas ao sol.

Mas o atemporal em você está ciente da atemporalidade da vida, e sabe que o ontem não é mas do que a memória de hoje, e o amanhã, o sonho de hoje. E aquilo que canta e contempla em você vive no limites daquele primeiro momento que espalhou as estrelas pelo espaço.

E ao fim, quando baixei novamente à planície, e da planície, após, desci aos vales meus, meus olhos viram num deslumbramento, que também nas planícies e nos vales, em tudo, estava Deus.

Quem não sabe aceitar as pequenas falhas das mulheres não aproveitará suas grandes virtudes.

As lágrimas são as últimas palavras quando o coração perde a voz.

Apenas Almitra ficou em silêncio, olhando o barco até que desapareceu na neblina. E quando todas as pessoas se dispersaram, ela ainda permaneceu sozinha junto ao cais, lembrando em seu coração as palavras dele: "Um pouco mais, um momento de repouso sobre o vento, e outra mulher me dará a luz.

‎A morte deixa uma mágoa que ninguém pode curar, o amor deixa uma memória que ninguém pode roubar.

A insconstância e o Amor são incompatíveis. O amante que muda, não muda. Começa ou acaba de amar.

O silêncio do invejoso está cheio de ruídos.

Tartarugas conhecem as estradas melhor do que os coelhos.

Vossos filhos não são vossos, eles veem através de vós, mas não vós pertencem.

Só volta para a eternidade quem procura na Terra a eternidade .