Não é a força mas a constância dos bons resultados que conduz os homens à felicidade.

Friedrich Nietzsche

Friedrich Nietzsche

Profissão: Filósofo
Nacionalidade: Alemão

Sugestões para você :

Entre os ricos a liberdade é uma espécie de timidez.

A nossa vaidade gostaria que o que fazemos melhor fosse considerado como aquilo que mais nos custa. Para explicar a origem de certas morais.

Há uma inocência na admiração: é a daquele a quem ainda não passou pela cabeça que também ele poderia um dia ser admirado.

A razão tira emoção à vida.

Um único homem sem alegria basta para criar numa casa inteira um mau humor contínuo e para a envolver numa nuvem escura: e é um milagre se este homem não está presente! É preciso muito para que a felicidade seja doença tão contagiosa. De onde é que isso vem?

Como? O Homem é só um equívoco de Deus? Ou Deus apenas um equívoco do Homem?

Quem não estiver familiarizado com o sublime, sente o sublime como inquietante e falso.

O que a populaça aprendeu a crer sem razão quem o poderia derrubar à sua vista com razão? Na praça pública convence-se com gestos. As razões inspiram desconfiança à populaça. E se alguma vez triunfa lá a verdade, perguntai a vós mesmos com salutar desconfiança? 'Que grande erro lutaria em prol dela?

O poeta vê no mentiroso o irmão de leite a quem roubou o seu leite; de maneira que este irmão ficou miserável e nem sequer pôde chegar a ter uma boa consciência.

'Fui eu que o fiz', diz a minha memória. 'Não posso ter feito isso', - diz o meu orgulho e mantém-se inflexível. Por fim - é a memória que cede.

Há unicamente uma coisa que pode retemperar-nos: a vista da perfeição.

O que existe de melhor numa grande vitória é tirar ela ao vencedor o receio da derrota. «Porque é que», diz consigo, «não hei-de também ser derrotado ao menos uma vez? Sou agora suficientemente rico para isso.».

O castigo foi feito para melhorar aquele que o aplica.

A fé não move montanhas. Na verdade, coloca montanhas onde não há nenhuma.