Nunca haveria prazer se nunca nos pudéssemos gabar.

François de La Rochefoucauld

François de La Rochefoucauld

Profissão: Autor
Nacionalidade: Francês

Sugestões para você :

Custa muito romper quando já não amamos.

O indício mais seguro de se ter nascido com grandes qualidades é ter nascido sem inveja.

A aprovação que concedemos àqueles que são admitidos na sociedade tem origem, muitas vezes, na secreta inveja que nos inspiram aqueles que nela estão firmemente estabelecidos.

Por muito maus que os homens sejam, não ousariam parecer inimigos da virtude; e quando querem persegui-la, fingem julgá-la falsa ou inventam-lhe crimes.

Há uma inconstância que vem da ligeireza de espírito ou da sua fraqueza, e que lhe faz aceitar todas as opiniões alheias, mas há outra, mais desculpável, que vem do tédio das coisas.

A reconciliação com os nossos inimigos deve-se apenas ao facto de querermos melhorar a nossa situação, ao cansaço da luta e ao medo de algum acontecimento que nos seja desfavorável.

A glória dos grandes homens deve sempre medir-se pelos meios de que se serviram para a alcançar.

A fortuna corrige vários defeitos que a razão não saberia corrigir.

A maior parte dos homens expõe-se o bastante na guerra para salvar a sua honra. Mas poucos se expõem tanto quanto o necessário para atingir o propósito que os levou a expor-se.

O que nos dá tanto azedume contra as argúcias dos outros é que eles se julguem mais hábeis do que nós.

Poucos poltrões conhecem a verdadeira extensão do seu medo.

O que nos torna insuportável na vaidade dos outros é que ela colide com a nossa.

Nos assuntos de grande importância devemos ocupar-nos menos em criar oportunidades que em aproveitar as que se apresentam.

A hipocrisia é uma homenagem que o vício presta à virtude.