A única atitude intelectual digna de uma criatura superior é a de uma calma e fria compaixão por tudo quanto não é ele próprio. Não que essa atitude tenha o mínimo cunho de justa e verdadeira; mas é tão invejável que é preciso tê-la.

Fernando Pessoa

Fernando Pessoa

Profissão: Autor
Nacionalidade: Português

Sugestões para você :

O fim da arte inferior é agradar, o fim da arte média é elevar, o fim da arte superior é libertar.

Tenho sido actor sempre, e a valer. Sempre que amei, fingi que amei, e para mim mesmo o finjo.

Todas as sensações são boas, logo que se não tente reduzi-las à acção. Um acto é uma sensação que se deita fora.

Grande é a poesia, a bondade e as danças... Mas o melhor do mundo são as crianças, Flores, música, o luar, e o sol que peca Só quando, em vez de criar, seca.

Pedras no caminho? Eu guardo todas. Um dia vou construir um castelo.

Ai dos que não podem compreender que o oiro é brilhante e o ouro baço!

A glória não é uma medalha, mas uma moeda: de um lado tem a Figura, do outro uma indicação de valor. Para os valores maiores não há moedas: são de papel, e esse valor é sempre pouco.

Ser austero é não saber esconder que se tem pena de não ser amado. A moral é a má hipocrisia da inveja.

Quer gozemos, quer não gozemos, passamos como o rio.

Ser é não conseguir nada.

É preciso ser de vez em quando infeliz.

Na verdade, não possuímos mais que as nossas próprias sensações; nelas, pois, que não no que elas vêem, temos que fundamentar a realidade da nossa vida.

O olfacto é uma vista estranha. Evoca paisagens sentimentais por um desenhar súbito do subconsciente.

Ler é sonhar pela mão de outrem. Ler mal e por alto é libertarmo-nos da mão que nos conduz. A superficialidade na erudição é o melhor modo de ler bem e ser profundo.