Prefiro os erros do entusiasmo à indiferença da sabedoria.

Anatole France

Anatole France

Profissão: Romancista
Nacionalidade: Francês

Sugestões para você :

Preferi sempre a loucura das paixões à sabedoria da indiferença.

Eu não recearia muito as más leis se elas fossem aplicadas por bons juízes. Não há texto de lei que não deixe campo à interpretação. A lei é morta. O magistrado vivo. É uma grande vantagem que ele tem sobre ela.

As religiões não têm muito efeito sobre os costumes e são o que os costumes as fazem.

A mentira da mulher amada é o mais agradável dos benefícios, enquanto a acreditamos.

Como pensar que as ideias religiosas são essencialmente moralizadoras, quando se vê que a história dos povos cristãos é tecida de guerras, massacres e suplícios?

Um bom retrato é uma biografia pintada.

Uma coisa sobretudo dá atracção ao pensamento dos homens: a inquietação. Um espírito que não seja ansioso irrita-me ou aborrece-me.

Não há governos populares. Governar é descontentar.

Nada é mais poderoso do que a palavra: o encadeamento de razões fortes e de elevados pensamentos.

Só os homens que não se interessam por mulheres interessam-se pelas suas roupas. Os homens que realmente gostam de mulheres nem percebem o que elas estão a usar.

Uma besteira repetida por trinta e seis milhões de bocas não deixa de ser uma besteira. As maiorias têm mostrado as mais das vezes uma aptidão superior à servidão.

Os acontecimentos tinham ampliado a sua inteligência naturalmente estreita. A imensa ironia das coisas tinha passado na sua alma e a tornara fácil, sorridente e leve.

O jogo é um corpo-a-corpo com o destino.

A virtude, tal como os corvos, aninha-se nas ruínas.