O amor é sábio, o ódio é tolo.

Bertrand Russell

Bertrand Russell

Profissão: Filósofo
Nacionalidade: Britânico


O amor é sábio, o ódio é tolo. Bertrand Russell

Sugestões para você :

Quando se diz às pessoas que a felicidade é uma questão simples, querem-nos sempre mal.

Com um pouco de agilidade mental e algumas leituras em segunda mão, qualquer homem encontra as provas daquilo em que deseja acreditar...

Um homem sábio desfrutará os bens que há em abundância, e de lixo intelectual encontrará abundante dieta, no nosso tempo como em qualquer outro.

O pensamento é grande livre e rápido: é a luz do mundo e a glória mais alta do ser humano.

As equações não explodem.

Opiniões defendidas apaixonadamente são aquelas para as quais não há boas justificativas.

Há dois motivos para ler um livro. Um: porque você gosta; o outro: pra você se gabar disto.

O problema do mundo de hoje é que as pessoas inteligentes estão cheias de dúvidas, e as pessoas idiotas estão cheias de certezas...

É importante aprender a não se aborrecer com opiniões diferentes das suas, mas dispor-se a trabalhar para entender como elas surgiram. Se depois de entendê-las ainda lhe parecerem falsas, então poderá combate-las com mais eficiência do que se você tivesse se mantido simplesmente chocado.

O amor sob a sua forma mais elevada revela valores que sem ele ficariam ignorados.

A menos que se admita a existência de Deus a questão que se refere ao propósito de Deus para a vida não tem sentido.

Pedir demasiado é a maneira mais segura de receber ainda menos do que é possível.

De todas as características que são vulgares na natureza humana a inveja é a mais desgraçada;o invejoso não só deseja provocar o infortúnio e o provoca sempre que o pode fazer impunimente,como também se torna infeliz por causa da sua inveja.

Moralistas são pessoas que renunciam às alegrias corriqueiras para poder, sem culpa e recriminação, estragar a alegria dos outros.