Para entender o coração e a mente de uma pessoa, não olhe para o que ela já conseguiu, mas para o que ela aspira.

Khalil Gibran

Khalil Gibran

Profissão: Poeta
Nacionalidade: Libanês

Sugestões para você :

A perplexidade é o início do conhecimento.

Vossos filhos não são vossos filhos, são os filhos e as filhas da ansia da vida por si mesma. Vem através de vós mas não de vós e embora vivam convosco não vos pertencem.

Uma voz não pode transportar a língua e os lábios que lhe deram asas. Deve elevar-se sozinha no éter.

A beleza é a eternidade a olhar-se ao espelho. Mas vós sois a eternidade e o espelho.

Mas o atemporal em você está ciente da atemporalidade da vida, e sabe que o ontem não é mas do que a memória de hoje, e o amanhã, o sonho de hoje. E aquilo que canta e contempla em você vive no limites daquele primeiro momento que espalhou as estrelas pelo espaço.

Tu pouco dás quando dás de tuas posses. É quando dás de ti próprio que realmente estás dando. É belo dar quando solicitado; é mais belo ainda dar quando não solicitado; dar por haver apenas compreendido.

Anda, parar é covardia e olhar para a cidade do passado é ignorância.

Crê nos sonhos, pois neles está escondida a porta da eternidade.

O rouxinol nega-se a aninhar na gaiola, para que a escravidão não seja o destino da sua cria.

A tristeza é um muro entre dois jardins.

As lágrimas são as últimas palavras quando o coração perde a voz.

O amor não conhece sua própria intensidade até a hora da separação.

As flores desabrocham para continuar a viver, pois reter é perecer.

Do sofrimento emergiram os espíritos mais fortes, as personalidades mais sólidas estão marcadas com cicatrizes.