Até nas relações com uma virtude se pode ser lisonjeiro e servil.

Friedrich Nietzsche

Friedrich Nietzsche

Profissão: Filósofo
Nacionalidade: Alemão

Sugestões para você :

Ser mau é tão insensato e auto-destrutivo quanto ser bom.

O homem do conhecimento deve ser capaz não só de amar seus inimigos, mas também de odiar seus amigos.

Não há fatos eternos, como não há verdades absolutas.

A espiritualização da sensualidade chama-se amor: ela é um grande triunfo sobre o cristianismo.

As vivências terríveis fazem-nos pensar se o seu protagonista não é, ele próprio, algo de terrível.

Nossa fé nos outros revela aquilo que desejaríamos poder acreditar em nós mesmos. Nosso desejo de um amigo é nosso delator.

Não enfrentes monstros sob pena de te tornares um deles. Se contemplas o abismo, a ti o abismo também contempla.

O desespero é o preço pago pela auto convivência. Olhe profundamente para dentro da vida e encontrará sempre o desespero.

Jamais alguém fez algo totalmente para os outros. Todo amor é amor próprio. Pense naqueles que você ama: cave profundamente e verá que não ama à eles; ama as sensações agradáveis que esse amor produz em você! Você ama o desejo, não o desejado.

A objeção, o desvio, a desconfiança alegre, a vontade de troçar são sinais de saúde: tudo o que é absoluto pertence à patologia.

Quanto mais nos elevamos, menores parecemos aos olhos daqueles que não sabem voar.

Os advogados de um criminoso só raras vezes são suficientemente artistas para aproveitar em favor do réu a terrível beleza do seu acto.

Tratar todos com igual benevolência e ser bom sem distinção de pessoa pode ser decorrência tanto de um profundo desprezo como de um sólido amor à humanidade.

Em última análise, amam-se os nossos desejos, e não o objeto desses desejos.