Enquanto isso as nuvens são brancas e o céu é todo azul.

Clarice Lispector

Clarice Lispector

Profissão: Autor
Nacionalidade: Brasileiro

Sugestões para você :

Os homens elogiam muito o que sentem. O que é tão perigoso como execrar o que se sente.

Após a tempestade o sol brilha.

Há pessoas que têm vergonha de viver: são os tímidos, entre os quais me incluo. Desculpem, por exemplo, estar tomando lugar no espaço. Desculpem eu ser eu. «Quero ficar só!» grita a alma do tímido que só se liberta na solidão. Contraditoriamente quer o quente aconchego das pessoas.

Porque a melhor frase, sempre ainda a mais jovem, era: a bondade me dá ânsias de vomitar. A bondade era morna e leve, cheirava a carne crua guardada há muito tempo. Sem apodrecer inteiramente apesar de tudo. Refrescavam-na de quando em quando, botavam um pouco de tempero, o suficiente para conservá-la um pedaço de carne morna e quieta.

Por enquanto estou inventando a tua presença.

Nunca deixe de fazer algo de bom que o seu coração pede, o tempo pode passar e a oportunidade também. Não esqueça que: meta, a gente busca. Caminho, a gente acha. Desafio, a gente topa. Vida, a gente enfrenta. Saudade, a gente mata. Sonho, a gente realiza.

Quem fica atento ao ritual da fé pode perder o objecto da fé.

O segredo destas flores fechadas é que exatamente no primeiro dia de primavera elas se abrem se dão ao mundo.

Difícil aspirar as pessoas como o aspirador de pó.

As almas fracas como você são facilmente levadas a qualquer loucura com um olhar apenas por almas fortes como a minha.

Minhas desequilibradas palavras são o luxo de meu silêncio.

Eu sou o meu próprio espelho. E vivo de achados e perdidos. É o que me salva. Estou metida numa guerra invisível entre perigos. Quem vence? Eu sempre perco.

Os factos são sonoros. O que importa são os silêncios por trás deles.

Eu não tenho uma só resposta. Mas tenho mais perguntas do que outro homem pudesse responder.