A verdadeira viagem de descobrimento não consiste em procurar novas paisagens, e sim em ter novos olhos.

Marcel Proust

Marcel Proust

Profissão: Autor
Nacionalidade: Francês

Sugestões para você :

Tudo que foi prazer torna-se um fardo quando não mais o desejamos.

A adolescência foi a única época em que aprendi alguma coisa.

Tentamos achar nas coisas, que por isso nos são preciosas, o reflexo que nossa alma projetou sobre elas, e desiludimo-nos ao verificar que as coisas parecem desprovidas, na natureza, do encanto que deviam, em nosso pensamento, à vizinhança de certas ideias.

A sabedoria não nos é dada. É preciso descobri-la por nós mesmos, depois de uma viagem que ninguém nos pode poupar ou fazer por nós.

Se sonhar pouco é arriscado, a cura disso não é sonhar menos, mas sonhar mais, sonhar o tempo todo.

cada leitor, quando lê, é um leitor de si mesmo.

A música pode ser o exemplo único do que poderia ter sido - se não tivesse havido a invenção da linguagem, a formação das palavras, a análise das ideias - a comunicação das almas.

Em certa idade, quer pela astúcia quer por amor próprio, as coisas que mais desejamos são as que fingimos não desejar.

A felicidade é salutar para os corpos, mas é o desgosto que desenvolve as forças do espírito.

Quis exprimir-lhe o que havia sonhado: trêmulo de emoção, tinha o máximo escrúpulo de que minhas palavras fossem todas o equivalente mais sincero possível do que eu sentira e jamais tentara formular a mim mesmo; o que quer dizer que minhas palavras não tiveram a mínima clareza.

Pois tanto a pena como o desejo, o que querem não é analisar-se, mas satisfazer-se.

As pessoas mundanas estão de tal modo acostumadas a que as procurem que quem lhes foge parece-lhes uma fênix e domina-lhes por inteiro o pensamento.

Apenas discerni que repetir o que toda a gente pensava não era em política um sinal de inferioridade, mas de superioridade.

O nosso eu é edificado pela superposição de estados sucessivos. Mas essa superposição não é imutável, como a estratificação de uma montanha. Levantamentos contínuos fazem aflorar à superfície camadas antigas.