O amor é filho da ilusão e pai da desilusão.

Miguel de Unamuno

Miguel de Unamuno

Profissão: Poeta
Nacionalidade: Espanhol


O amor é filho da ilusão e pai da desilusão. Miguel de Unamuno

Sugestões para você :

A má chaga cura-se, a má fama mata.

As línguas, como as religiões, vivem de heresias.

A maior parte daqueles que pensam em mudar de ideia nunca teve nenhuma.

Todos têm o seu método tal como todos têm a sua loucura; mas só consideramos sensato aquele cuja loucura coincide com a da maioria.

Quase todos os homens vivem inconscientemente no tédio. O tédio é o fundo da vida, foi o tédio que inventou os jogos, as distrações, os romances e o amor.

Minha idéia de Deus, é diferente cada vez que o concebo!..

O amor não se confunde com a vida, não é amor verdadeiro; o verdadeiro amor é hábito.

Aquilo a que chamamos espírito parece-me muito mais material do que aquilo a que chamamos matéria; sinto a minha alma mais manifesta e mais sensível do que o meu corpo.

Se a mortalidade da alma pode ser terrível, não menos terrível pode ser a sua imortalidade.

Se amo alguns livros são aqueles em que sinto que o seu autor, que pode ter morrido séculos antes de eu ter sido engendrado, se dirigia a mim, a mim pessoal e concretamente, a mim em confidência.

Quase sempre me vi tratado de menino velho, o que me consola, pois creio que é o melhor caminho para chegar a velho menino.

Há muitos, muitíssimos leitores que não gostam de que se os obrigue a pensar, e que querem que se lhes diga o que já sabem, o que já têm pensado.

Não existe pior intolerância do que a da razão.

A erudição é, em muitos casos, uma forma mal disfarçada de preguiça intelectual, ou um ópio para adormecer as inquietações íntimas do espírito.