Apenas compete aos soberanos, ou aos que por eles são autorizados, regular os costumes alheios.

René Descartes

René Descartes

Profissão: Filósofo
Nacionalidade: Francês

Sugestões para você :

A satisfação que senti preencheu a minha mente de maneira tão plena que nada mais de modo nenhum me afectava.

É necessário que ao menos uma vez na vida você duvide, tanto quanto possível, de todas as coisas.

Todo o meu intuito era conquistar certeza e rejeitar a terra movediça e a areia para encontrar a rocha e a argila.

A filosofia que cultivo não é nem tão bárbara nem tão inacessível que rejeite as paixões; pelo contrário, é só nelas que reside a doçura e felicidade da vida.

Os homens que se emocionam com as paixões são capazes de ter mais doçura na vida.

Todas as coisas possíveis de cair sob o conhecimento dos homens seguem-se umas às outras da mesma maneira que não pode haver quaisquer tão afastadas a que não se chegue por fim, nem tão ocultas que não se descubram.

A palavra tem muito mais força para persuadir do que a escrita.

A vontade é tão livre por natureza que jamais pode ser coagida.

É propriamente não valer nada não ser útil a ninguém.

Todavia, pode ser que eu me engane e talvez não passe de um pouco de cobre e vidro o que tomo por ouro e diamante. Sei o quanto estamos sujeitos a nos enganar naquilo que nos diz a respeito, e também o quanto os pensamentos são traiçoeiros.

Não é suficiente ter uma boa mente: o principal é usá-la bem.

Podemos distinguir duas espécies de cólera: uma que é muito súbita e se manifesta muito no exterior, mas mesmo assim tem pouco efeito e pode facilmente ser apaziguada; e outra que inicialmente não aparece tanto, porém corrói mais o coração e tem efeitos mais perigosos.

Elevai a tal ponto a vossa alma, que as ofensas não a possam alcançar.

Se você for uma pessoa que busca realmente a verdade, é necessário que ao menos uma vez na vida duvide de todas as coisas, da maneira mais profunda possível.