Não somos culpados só porque comemos da árvore do conhecimento, mas também porque não comemos da árvore da vida.

Franz Kafka

Franz Kafka

Profissão: Romancista
Nacionalidade: Austríaco

Sugestões para você :

É melhor ter e não necessitar do que necessitar e não ter.

Se eu fosse existir eternamente, como existiria amanhã?

O convívio com os seres humanos atrai para a auto-observação.

Acreditar no progresso não significa que já tenha acontecido algum progresso.

Vou afastar-me de toda a gente até ao ponto de perder a consciência. Fazer de todos um inimigo, não falar com ninguém.

As vantagens íntimas de as obras literárias medíocres derivam do facto de que os seus autores ainda estão vivos e presentes por detrás delas. A verdadeira sensação de envelhecer.

A tua exaustão é a do gladiador após a luta, o teu trabalho foi caiar o canto do escritório de um funcionário.

A nossa arte consiste em sermos ofuscados pela verdade: a luz sobre o rosto horrível que vai recuando é verdadeira, de resto nada.

Não precisa sair de casa. Limite-se a sentar-se à mesa e escutar.

Desde que alberguemos uma única vez o mal, este não volta a dar-se ao trabalho de pedir que lhe concedamos a nossa confiança.

Tenho de parar, sem que na verdade me sacudam. Nem sequer sinto o perigo de me perder, e no entanto sinto-me tão desamparado como quem está de fora. Mas a firmeza que a mais insignificante escrita me proporciona está para além da dúvida e é maravilhosa. A visão compreensiva que tive de tudo durante o meu passeio de ontem!

Em épocas de paz não se costuma chegar a lugar algum.

Ainda que a salvação não chegue, quero ser digno dela a cada momento.

A vida é tão imensamente vasta e profunda quanto este abismo estrelado acima de nós. Só se pode atirar um olhar a ele através desta minúscula abertura que é a nossa existência pessoal. E, por esta abertura, sentimos mais do que vemos. Por isso temos de nos certificar de que esta abertura está sempre limpa.